segunda-feira, 7 de março de 2011

Memorial


É impressionante como as palavras me tocam, conversas despretensiosas no fim da noite, balança toda minha alma e estrutura, fico escutando uma única música por muito tempo, com a chuva que cai fina ao fundo.

Tudo está tão equilibrado e perfeito, que chega a assustar, pois sempre convivo com o meu caos. Não espero que você me cure, ou me conserte tão pouco que me mude. Só quero aquele olhar que dirá: " Eu estou aqui, mesmo sem entender ".

Ter aquele tempo a sós, para sentir saudades. E acreditar, afinal o amor caminha com a esperança de que tudo estará ali, do jeitinho simples que queremos. Sem grandes orquestras tocando, só uma música simples e alegrinha, que vai fazer nós girarmos como duas crianças risonhas, em algum lugar de muito verde.

Deitaremos na relva, olharemos o céu, um momento para eternidade, que ainda não existe. Ou melhor existe por que sinto em mim.

Meu memorial de uma noite

3 comentários:

Bárbara disse...

Aproveite essa fase amigo.
Depois de uma noite escura e fria a recompensa é um lindo nascer do sol.
Aproveite o bom tempo. Sinta a brisa suave a acariciar o rosto. Sinta o momento. Desfrute! Às vzs qd se perde o equilíbrio por algo que vale a pena é manter o equilíbrio!

Deitar na relva e observar o céu é um presente e tanto. Fazer isso ao lado de alguém especial é melhor ainda...

Bj grande!

Clem; disse...

e porque existe em mim.

Shy disse...

Bom...falando d+... Como seria mágico...se...essa noite fosse um certo cinco!

Postar um comentário

  ©. - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo