quinta-feira, 7 de julho de 2011

Pensamentos no Varal 2.


Fiquei pensando hoje andando pela Afonso Pena, o que liga uma pessoa a outra? Muitos rostos passam por mim, sérios, compenetrados, risonhos, falando ao telefone. De repente alguns olhares se cruzam.

Acho que as pessoas que se reconhecem, por que a alma encontra um jeito todo especial para andar fora do corpo. E acho que ela escapa pelos olhos e corre para dar as mãos a outra alma. Mas isso acontece com seres humanos repletos de alma, e não as pessoas opacas, mesquinhas e egoistas.

Depois de correrem de mãos dadas as almas trocam lembranças em caixinhas de jóias, e passam um tempo em corpos trocados e depois voltam ao corpo de origem. E assim as pessoas estão ligadas e eu acredito que é um vinculo sem fim, mesmo que você tente todos os métodos que vão aflorar do alto do seu racionalismo, você está ligado.

Mesmo se aquele corpo, dono daquela alma se for. Todo aquele grande lustre de cristais pequeninos de lembranças estarão ali. Você acenderá as luzes e a ligação vai ser forte ao ponto do corpo tremer, os olhos fecham e você voltou no tempo.

Mas é claro que as pessoas podem se ligar de outra maneira...

E eu vou continuar vendo a vida pela minha JANELA debruçado em um parapeito de LEMBRANÇAS, das coisas que existiram e das que eu inventei, mas nem por isso foram irreais.

3 comentários:

Clem; disse...

"das que eu inventei, mas nem por isso foram irreais."

muito lindo, como sempre :)

suelen disse...

"das que eu inventei, mas nem por isso foram irreais"
pq para expressar nossa raiva sempre achamos uma palavra
mas para definir:"como é perfeito suas palavras"
não achei
por isso:sem palavras
mas tudo é tão tão
que emociona

Bárbara disse...

Ligação forte e intensa amigo...
Que saudade de alma! =]

Postar um comentário

  ©. - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo