quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Ela no Balanço


Gosto de apreciar, ela balançando.
Como se o mundo fosse apenas esse singelo momento.
Vento atrapalha seus cabelos.
Ela me sorri com aqueles dentes infantis.

Quero abraçar com toda força e sentimento que ainda tenho.
Cheiro de Jasmim no ar.
Felicidade pura.
Momento simples e único

Fico pensando onde me perdi.
Por que não estou balançando ao seu lado.
Me sinto adulto demais para isso.
Queria voltar a escrever em árvores.

Vou me juntar a você
Minha doce criança interior.
Metade amputada de mim.
Minha inocência.

1 comentários:

Bárbara Laureano disse...

Que perfeito esse texto!
"Vou me juntar a você
Minha doce crianças interior.
Metade amputada de mim.
Minha inocência."
Eita pessoa que escreve com a alma!

Postar um comentário

  ©. - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo