sábado, 17 de dezembro de 2011

Pensamentos Esvoaçantes


Já passou algum tempo, eu sei bem, sei também que muitas pessoas vão dizer que eu já devia ter me recuperado, afinal a vida continuou girando, e o caminho que era um, foi criando bifurcações, que nos levaram a destinos totalmente diferentes.

Por que todos ignoram seus próprios sentimentos, o seu "eu" que arranha sua carne de dentro pra fora, querendo sair, querendo ser escutado, e tapamos sua boca, para não ouvirmos seus gritos de desespero.

Sua imagem ainda está aqui, não vou negar que por muitas vezes imaginei os mesmos momentos, o mesmo filme, cada detalhe para ser saboreado novamente. Sou fraco, não consigo seguir, só quero me sentar no meio da rua, com toda a chuva que cai.

Sinto um desejo enorme de chorar, quase consigo ver você chegando, molhada da chuva libertadora e dizendo que tudo vai ficar bem. E nesse momento eu bato a foto. Nunca desejei tanto seu carinho, hoje foi muito forte, como enchentes arrebentando os muros que criei.

Acho que agora você deve estar dormindo, depois de um sábado feliz com seu novo amor. E eu fico feliz por isso, também de descobrir o real sentido de amar, que não implica em nada mais, se não o desejo pleno pela sua felicidade.

Vou ficar sempre pelas sombras, torcendo e desejando ser o benfeitor dos mistérios, talvez um dia eu encontre alguém eu não sei, são muitas nuvens confusas, como se tudo que vivi depois que nos perdemos fosse apenas um filme ruim, ou um sonho estranho, ou sob efeito de uma anestesia.

Aquela vã esperança, que um dia irei acordar e tudo estará como era antes. Mas não vai ser, não queria ter provado o amor, por que ele fere, marca nossa pele como gado, para sempre. Mas tenho o album de fotos, comido por traças com momentos únicos. Meu tempo se foi.

Espero ser uma boa lembrança, que surgirá em sua mente por segundos e sumirá.

2 comentários:

Shy disse...

Essa mulher que possui seu amor tão ideal, tem sorte por existir pra vc! Sinto que sua carne definha, mas a paixão se torna seu alimento... Acontece que a sua existência te pede socorro. Cuide-se, para que um novo amor possa encontrar força nos seus braços. Invejo essa mulher, pois o mais nobre dos sentimentos, insiste por ela, mas ela não pode tê-lo. Será que ela sabe de fato a intensidade disso tudo?

Marta disse...

O correr da vida embrulha tudo amigo,já dizia Guimarães Rosa,muitos momentos como esse existirão,(conhecimento de causa)a vida é assim mesmo "sossega(quando se está cheio de possibilidades)e depois desinquieta" trazendo á tona o que parecia ter sido a melhor coisa do mundo... portanto não se intitule fraco,segue seu curso,pq o que a vida quer da gente é coragem.

Postar um comentário

  ©. - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo