domingo, 5 de fevereiro de 2012

Pensamento no Varal.


As vezes somos presenteados, com coisas inesperadas, momentos em que você vive e sabe que aquilo é especial, único, tranqulizador, essa última semana que passou estive tão sereno e conectado com meu mundo meu trabalho. Conversas de cafézinho, olhares, risadas.

Vou parar de sentir demais as coisas, de me importar tanto com os outros que até dói, as pessoas gostam de sumir e deixar você como cachorrinho, que caiu da mudança. Talvez toda essa tranqulidade no pensamento, sempre apontou para algo, que as pessoas tem um período limitado e elas não podem ficar pra sempre. E muitas vezes elas querem ir embora e é direito delas. Não procurarei mais, por que não entendo, quando gostamos queremos estar juntos, afinal o tempo não espero.

Nem sempre sou objetivo, não virei uma pessoa melhor, sou apenas eu mesmo, com os mesmo tiques, e as mesmas dores secretas em garrafas, que bebo aos pouquinhos, quase todos os dias.

Tenho o hábito de passar por esse lugar da foto, fica na Av Barbacena, atravesso a rua só pra andar no meio dessas árvores e ficar pensando se elas podem entender meus pensamentos, sempre toco em seus galhos, simplesmente por que tenho um carinho muito rande dentro de mim, e elas são sras honradas.

Pensamentos desconvexos, que tive durante a semana.

1 comentários:

Clem; disse...

deu vontade de caminhar por lá também.
um abraço beeeeeeeem abraçado.

Postar um comentário

  ©. - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo