quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Canção Eterna.






Ouvi a doce canção.
A canção que perdura.
Contra a violência do Tempo.
Já não tinha mais o volume.
Ou intensidade.
O Piano não tinha mais, tanta classe.
Mas a canção viajava pelo vento.
A mais triste e bela canção.
Que fala de alguém.
Que passou a vida a esperar.
O Amor.

2 comentários:

Paloma Lima disse...

A cada texto meus olhos se enchem de lágrimas. Tens um dom incrível de nós fazer sentir.Sentir a vida e tudo que nela está contida. Parabéns!

carlos soares disse...

Conheci este blog atraves um poema no facebook de uma amiga e fico surpreso a cada leitura.
Bela expressao

Postar um comentário

  ©. - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo