quinta-feira, 17 de março de 2011

Bailarinas


Passos leves.
Em pés machucados.
Expressão graciosa.
Em um coração, cheio de dor.

A música, sim a música.
Mãe acolhedora.
Olhar cansado.
Mas lépido.

Como é dançar, com o coração tão pesado?
A cada passo, ela tenta e persiste.
Colorindo um mundo.
Que não é real.

Seus gestos são encantos.
Músculos contraidos.
Esforço recompensado.
Pelo deslumbramento prórprio.

Me arranca aplausos.
Com todos os seus fantasmas.
Meu esconderijo.
As cortinas nunca se fecharão.

1 comentários:

Bárbara disse...

Maravilha de recompensa!

Postar um comentário

  ©. - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo