segunda-feira, 14 de março de 2011

O Encontro


Ela senta em seu quarto.
Espelho, batom, pó.
Cabelo alinhado.
Boca Escarlate.

Coração pulsante.
O ar entra e sai apressadamente.
As mãos mostram toda inquietude.
O relogio nunca andou tão devagar.

Vestido, alinhado.
Belos sapatos de boneca.
Rosto adornado, por dois olhos brilhantes.
Tic Tac.

Cheia de ansiedade.
Entregue, totalmente desarmada.
A solidão vai acabar.
Batidas secas na porta.

Não existe mais nada.
Problemas do cotidiano.
Medos e anseios.
Só esse encontro.

O mundo para.
Ele está a porta.
Dicreto sorriso de canto de boca.
Mão estendida.

Ela deita em seu abraço.
Saboreando a melodia.

É sempre belo Encontro
De uma alma com a morte.

1 comentários:

Bárbara disse...

Para quem passa os dias apenas existindo, talvez a morte seja uma boa opção... Amei o post!

Postar um comentário

  ©. - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo