terça-feira, 6 de março de 2012

A Varanda


Cansaço ao acordar, dias cinzas e as vezes o mundo dos sonhos é melhor, cansado dos mesmos erros, das mesmas frases feitas " Você é um cara, muito especial", tenho um ataque de riso, histérico, quando ouço isso.

Cansaço ao ver meu reflexo, de ver tentativas sempre frustradas, de imaginar histórias que nunca vão acontecer, das ilusões que sempre se esfarelam, quando nos apaixonamos, cansa juntar os cacos. E ver tudo se desfazer com sopros.

Cansaço, ao tirar os ternos e trajes de gala dos planos futuros, e colocar os mesmos farrapos de sempre, Por tanta luta, só ganhamos cicatrizes para nos lembrarmos da dor e das perdas, e no final a conclusão da história é a mesma:

A querida amiga Solidão, arrastando sua cadeira de volta para nossa varanda, ela que assistiu tudo, não disse nada, por que sabia que voltariamos a ficar juntos, esperando o sopro da vida findar, olhando para o mundo.

De ver as pessoas passarem aos passos largos, não as culpo, mas não quero mais andar para alcançar os passos rápidos, das pessoas que tem urgência de ir. Mas no fim de tudo, o culpado se olha no espelho.

Sem mais envolvimentos e castelos de cartas.

1 comentários:

Clem; disse...

quem dera pudéssemos controlar os sentimentos, pintar os dias com as cores que quisermos...

Postar um comentário

  ©. - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo